Sexta-feira, 30 de Julho de 2010

O gatinho =(

Eu admito que sou uma pessoa que gosta muito de animais. Simplesmente os adoro. E hoje, à tarde, aconteceu a pior situaçao que por eu alguma vez passei (está na lista das piores situaçoes!). O que aconteceu foi isto: Eu tinha chegada a casa, cansada, quando oiço um miar. Notava-se que era um gatinho bebé. Disse aos meus pais. Disseram-me “não deve ser nada de mais”. Já passado 15 minutos, continuava a ouvir aqueler miar. Tentei seguir o som a ver onde dava. Foi dar a um beco, mesmo ao lado da minha casa. Olhei para cima, olhei para todos os lados e continuava a ouvir aqueler miar! Quando de repente olho para baixo. Estava lá. Um gatinho. Era de o tamanho de um rato. Era branquinho, magrinho, e muito sujo, com uma manchinha preta na testa (que era mesmo do pêlo dele). Gritei pela minha mãe. Pedi-lhe a comida dos meus dois gatos. Tentei-lhe dar. Não comia. Era pequeno demais para ração. Precisava de leita, mas leite para gato. Tinha menos de 1 mês (isso notava-se). De repente olhei para ele, comecei a chorar. Não conseguia parar de chorar. Sabia que não podia ficar com ele, mas deixa-lo ali, nem pensar. Perguntei a minha mae se podiamos leva-lo para um abrigo de animais (ao qual se chama SPAD). Não gosto muito desse sitio porque ouvi dizer que maltratam os animais. Mas não tinha escolha. Não ia deixa-lo na rua. Perguntei a minha mãe se podia leva-lo a SPAD de carro. Ela disse “Agora não, deixa-o mais para onde as pessoas o podem ver, pode ser que alguem o queira”. Fiz o que a minha mãe disse. Mas não me fui embora. Sempre que olhava para ele apetecia-me chorar mais. Fui para casa buscar um lenço velho. Disse a minha mãe “Então vou a pé para lá”. Ela disse “Faz o que quiseres mas depois não nos ligues a pedir boleia!”. Então fiz-me a estrada. O gatinho não parava de miar, e eu de chorar. Estava na rua com ele embrulhado num lenço. Não me lembrava onde é que a SPAD ficava. Ia perguntando as pessoas “Desculpe, pode-me dizer onde fica a SPAD? (e continuava a derramar lagrimas!)”. As pessoas começavam a falar e nunca mais se calavam. E depois eu simplesmente dizia “Aponte-me com o dedo, daqui, onde fica por favor, é que estou com pressa”. As pessoas calavam-se e simplesmente apontavam. Só uma velhota é que começou a falar e disse-lhe o mesmo “Só quero que me indique, daqui, onde fica, se faz favor”. A velhota ficou ofendida. Começou a dizer “A menina não seja rude, está aqui uma idosa a fazer os esforço para lhe explicar onde fica a SPAD e a menina tem a lata de interromper.” Sei que o que disse depois foi um pouco cruel mas estava em panico e queria lá chegar o mais depressa possivel. Entao, disse à velhota : “ Olhe, já não preciso mais da sua ajuda! Eu simplesmente quero ir para a SPAD o mais rapido possivel, porque, tenho aqui um gato que precisa urgentemente de ir para lá, ENTENDEU?!”. Disse isto numa forma um pouco grosseira, mas estava cansada, e nunca mais chegava lá. Virei costas e segui em frente. A verdade é que passado um bocado, ele parou de miar. Pensei que estava a morrer. Fiquei assustada. A chorar ainda mais. Mas ele não estava a morrer, simplesmente estava a gostar do quentinho. Mas ele devia estar esfomeado. Consegui encontrar a SPAD. Continuava a “nadar” em lagrimas. Disse a recepcionista o que aconteceu. Ela disse para eu preencher uma ficha. Preenchi, e ainda tinha o gatinho ao colo. Quando acabei, ela chamou um medico. Disse-me que o gatinho estava muito maltratado. Mas prometeu-me cuidar dele. Fui-me embora. Continuava a chorar, a pensar nas imagens que tinha passado. Estava a espera do autocarro. E fiz uma promessa. Vou visitar o gato uma vez por semana. E será isso que farei. Apanhei o autocarro. Cheguei a casa. Os meus pais perguntaram o que é que tinha acontecido. Disse-lhes “Quando pedi para levar o gato a SPAD de carro, não se importaram, agora que estou aqui sem ele, já se importam!!”. E foi assim que passei a tarde, afogada em lagrimas. Beijinhos Amy...
publicado por Amy às 20:34
link do post | Give me sweet candys ♥ | favorito
Sweet candys ♥:
De Margarida a 1 de Agosto de 2010 às 18:27
esta lindooooooo !!!!
adoro-te mana ;D


De Margarida a 1 de Agosto de 2010 às 18:28
adoro o gatinho!!!! *.*


De né ❤ a 1 de Agosto de 2010 às 18:53
Parece mentira que tenhas vivido isso tudo. Ao ler o texto não sabia bem o que sentia..Tristeza, raiva, felicidade...Foi uma mistura de sentimentos, que não sei bem destinguir. Lamento imenso esse episódio. Estou aqui para qualquer coisa que precises e força gatinho!! O texto está espectacular...Estava aqui a pensar e porque não escrever um livro de lições de vida que tenhas aprendido e momentos que tenhas vivido...Às vezes os textos ajudam-nos a desabar.
Força Amy.
Eu adoro-te imensooo SII.
Beijinho,
Angie


De Teresa *.* a 17 de Agosto de 2010 às 11:48
És uma heroína querida :')

Até chorei ao ler :'x


comentar

.Moi ♥

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. A long time ago...

. Bora ir dar uma corridinh...

. Lamento lamento lamento x...

. ...

. Dito e prometido!

.Arquivos

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

.Music is a soul ♥